Home » » Cai de joelhos chupando ele todinho

Cai de joelhos chupando ele todinho

Cai de joelhos  chupando ele  todinho


Katia  era sem duvida  uma linda mulher ,ela  me deu motivo para isso
Comecei a beijá-la ardentemente, desci pelo seu pescoço que beijei, mordi, chupei, lambi, arrancando alguns gritinhos, fui descendo até os seus seios que estavam com os bicos duros feito pedra, fiquei muito tempo ali chupando e engolindo aqueles seios. Chupei ela por inteiro, desci por todo o seu corpo até os seus pés, que chupei dedo por dedo, mandando ela se tocar enquanto chupava seu pezinho, ela me mostrou seus dedos encharcados pelo seu suco e me implorava para chupá-la, sinceramente não estava com pressa alguma, queria aproveitar cada momento daquela situação. Quanto cheguei ao seu sexo, senti o odor mais maravilhoso que já havia experimentado seu gosto era melado, mas doce, cheirosa, saborosa, e olha que adoro chupar uma buceta, mas nunca tinha sentido aquele sabor, não tinha acidez alguma e muito menos o odor característico feminino, que adoro, mas aquele era diferente. Chupei em todas as direções, primeiro de maneira bem suave, ela se contorcia e jogava o seu quadril em direção a minha boca, como se quisesse empurrar sua buceta para a minha boca. A pedido dela coloquei dois dedos dentro de sua buceta e girei tocando a sua vagina na parte superior esfregando os dedos, de maneira suave, na parte superior de sua vagina, enquanto sugava o seu clitóris com os lábios e lambia o seu grelinho por inteiro, precionando seu pubis com o queixo. Ficamos assim durante muitos minutos ela escorria seu suco pelo lençol e eu estava quase gozando, assim mesmo. Fui sentindo seus espasmos musculares e toda a sua contração vaginal sinalizando um gozo intenso e maravilhoso. Não conseguia resistir mais, puxei-a para a beira da cama, abri bem as suas pernas e, lentamente, fui penetrando-a, ela sugou o meu membro por inteiro, que com toda a lubrificação entrou inteirinho até bater no seu púbis, ela pediu para ficar parado e começou a movimentar os músculos vaginais, como jamais pensei ser possível, a gente houve falar, mas não imagina como é, pareceia uma massagem com óleo e com as mãos, foi MARAVILHOSO, mas me segurei em não gozar. Eu a penetrava lentamente, enquanto fazia, uma pequena, pressão no seu clitóris, sem mexer nele apenas pressionando-o enquanto beijava os seus seios, em outro momento penetrei-a de quatro, sempre massageando-a e beijando-a em todos os pontos, possíveis e alcançaveis, do seu corpo. Coloquei-a em todas as posições possíveis fizemos sexo até amanhecer, como jamais pensei ser possível, entramos numa sintonia, num clímax que jamais acreditei existir. Os nossos corpos estavam ensopados de suor, não sei como consegui segurar tanto o gozo, ela pedia, implorava, para penetrá-la, me dizia que tinha choques e gozava em abundância, já passava das cinco da manhã quando ela se posicionou na beira da cama de quatro, com as pernas juntas, fechadas, dobradas encostando o joelho na barriga, deixando a bucetinha totalmente a mostra e bem fechadinha, não resisti e antes de penetrá-la, novamente, fiquei de joelhos e chupei sua bucetinha do grelinho até o cuzinho, várias vezes, ela estremecia e implorava para possuí-la. Pediu para colocar o pau inteiro para dentro, obedeci imediatamente, pediu que pressionasse até o fim e ficasse lá dentro, assim o fiz, ela começou a movimentar os músculos vaginais, intensamente, ela gritava, gemia, de vez em quando parava, estremecia vinha os espasmos e começávamos tudo de novo, não agüentando mais gozei como jamais gozei na vida, acho que foram uns dez jatos, intensos, para dentro de sua bucetinha. Era tanto fluído, como jamais havia visto, ela nem conseguia entrar no banho, pois falava que continuava dando choque. Tive que pedir um roupão para ela poder sair, pois as suas roupas estavam, totalmente, rasgadas.
, só de olhar para ela fico de pau duro, sei que é reciproco e que um dia voltaremos a ficar juntos. ),

mas   vamos nos ver um dia  ///  talvez

                                        
                        conto mandado para email :doutoram2011@hotmail.com


                                                 obbrigada
                         

                                           doutoram /doutora do prazer

 
Support : Copyright © 2015. gentle forest - All Rights Reserved