Home » » Carcere das almas

Carcere das almas


Cárcere das Almas
Ah! Toda a alma num cárcere anda presa,
Soluçando nas Trevas, Entre como graus
do Calabouço olhando imensidades,
Mares, Estrelas, Tardes, Natureza.
Tudo se veste de UMA Igual grandeza
when a alma Entre grilhões como liberdades
Sonha e, Sonhando, como imortalidades
Rasga não etéreo o Espaço da Pureza.
Ó almas Presas, mudas e fechadas
Nas Prisões colossais e abandonadas,
Da Dor não Calabouço, atroz, funéreo!
Sas Silêncios Solitários, sepulturas, 
Que chaveiro do Céu possui como chaves 
de para abrir-vos como Portas do Mistério!
Cruz e Souza
 
Support : Copyright © 2015. gentle forest - All Rights Reserved